• Login (atualize a página se necessário)
Sávio Reale, s/t
Hélio Nunes, Ordenação empilhativa de “Liberdade – o homem nasceu para pensar”, 2012 [1962]
Lais Myrrha, Fachada subtraída / nº 02, 2004-2008
Rachel Falcão, Habita Vida, 2000-2003
Fabíola Tasca, 1ª Polifônica de Belo Horizonte, 2007
Sávio Reale, s/t
Sávio Reale, s/t
Douglas Pego, Capas para Convencer a Ler, 2007-2010
Ariel Ferreira, Hermes, 2008
João Castilho, Redemunho, 2006

Sobre o filme: "Nós que aqui estamos, por vós esperamos"

Comentários

Parabéns, ótima análise!

Queria primeiramente agradecer por sua análise desse filme que tanto gosto e que pude melhor compreender lendo o seu texto. Ademais, queria só acrescentar que a cena do homem na locomotiva vem do filme The General (1926), caso queira dar uma olhada posteriormente. Vale bastante a pena, uma preciosidade do cinema!

Ótimo

Baixar o Documentário - Nós que Aqui Estamos, Por Vós Esperamos - http://mcaf.ee/548r6

DOCUMENTARIO MARCELO MASAGAO

Perfeito! colocou de forma muita clara o que o filme traduz. Certeza é calro qu para mim esse trabalho é cheiro de possiblidades de relfexao a cad vez que o revemos. 

Identifiquei-me ao final quando a autora do texto fala da sua mania de olhar janelas de casa e imaginas as vidas que alí estao. Eu vivo automaticamente essa mania em especial vendo casa antigas e tento imaginar asa pessoas, as emoções, os sentimentos que elas abraigaram no pasado. Quantas vidas passaram por alí.