• Login (atualize a página se necessário)
Ines Linke, Fabíola Tasca, e Rodrigo Borges, Perímetro, 2005
Clara Albinati, Sobre o Conceito de História, 2011
Adriano C. Gomide, Toque de Alvorada, 2012
Maria Angélica Melendi, Altar em Tepito, México, DF
Alice Costa Souza, Diário da melancolia, 2003
Lais Myrrha, pódio para ninguém, 2010
Douglas Pego, Batom, 2010
Fabíola Tasca, em obra project (2012-2016)
Hélio Nunes, Theatrum Picturatum, 2009-2010
Alice Costa Souza, Candelária, 2012

Sobre o filme: "Nós que aqui estamos, por vós esperamos"

Comentários

Parabéns, ótima análise!

Queria primeiramente agradecer por sua análise desse filme que tanto gosto e que pude melhor compreender lendo o seu texto. Ademais, queria só acrescentar que a cena do homem na locomotiva vem do filme The General (1926), caso queira dar uma olhada posteriormente. Vale bastante a pena, uma preciosidade do cinema!

Ótimo

Baixar o Documentário - Nós que Aqui Estamos, Por Vós Esperamos - http://mcaf.ee/548r6

DOCUMENTARIO MARCELO MASAGAO

Perfeito! colocou de forma muita clara o que o filme traduz. Certeza é calro qu para mim esse trabalho é cheiro de possiblidades de relfexao a cad vez que o revemos. 

Identifiquei-me ao final quando a autora do texto fala da sua mania de olhar janelas de casa e imaginas as vidas que alí estao. Eu vivo automaticamente essa mania em especial vendo casa antigas e tento imaginar asa pessoas, as emoções, os sentimentos que elas abraigaram no pasado. Quantas vidas passaram por alí.