• Login (atualize a página se necessário)
Hélio Nunes, (Para que serve a pintura?) Para plantar feijões que não nascem, 2008
Alice Costa Souza, Interstício, 2009
Ines Linke e Louise Ganz, Percursos, 2007
Maria Angélica Melendi, Santuário de Cromañón, Buenos Aires, Argentina
Hélio Nunes, Ordenação empilhativa de “Liberdade – o homem nasceu para pensar”, 2012 [1962]
Tales Bedeschi, Matriz Perdida Invertida I, 2010
Hélio Nunes, Depois de Fernando Bryce, 2008-2010
Melissa Rocha, KV1-Keep Walking, 2005
Maria Angélica Melendi, Altares de la Santa Muerte, México, DF
Ines Linke, Fabíola Tasca, e Rodrigo Borges, Perímetro, 2005

Seminário O que resta da ditadura: a arte latino-americana em tempos de crise