Divulgar conteúdo
  • Login (atualize a página se necessário)
Maria Angélica Melendi, Altares de la Santa Muerte, México, DF
Maria Angélica Melendi, Altares de la Santa Muerte, México, DF
Hélio Nunes, (Para que serve a pintura?) Para plantar feijões que não nascem, 2008
Fabíola Tasca, 1ª Polifônica de Belo Horizonte, 2007
Hélio Nunes, Ordenação empilhativa de “Liberdade – o homem nasceu para pensar”, 2012 [1962]
Sávio Reale, s/t
Lais Myrrha, pódio para ninguém, 2010
Douglas Pego, Salto, 2008
Maria Angélica Melendi, Santuário de Cromañón, Buenos Aires, Argentina
Lucas Delfino, Projeto Memorial da Declaração dos Direitos Humanos, 2008-2009